Quinta, 03 de Dezembro de 2020 08:01
(99) 98133-6017
Entretenimento Especialistas

Especialistas dizem que “Caneta Azul” vai superar “Ai se te pego”

Em apenas 10 dias, o vídeo da canção no You Tube, ultrapassou três milhões de visualizações.

29/10/2019 10h33 Atualizada há 5 meses
Por:
Especialistas dizem que “Caneta Azul” vai superar “Ai se te pego”

Hit do momento, a canção “Caneta Azul” é indiscutivelmente a música mais cantada e comentada da atualidade. Em apenas 10 dias, o vídeo da canção no You Tube, teve mais de três milhões de visualizações, e levou o autor, o vigilante Manoel Gomes, de Balsas, ao estrelato.
 
No fim de semana, artistas de diversos estilos musicais, cantaram a música, que ganhou versões desde modão a mixagem. Wesley Safadão, Mano Walter, Alok, Neymar, Tirullipa, foram apenas alguns dos artistas que cantaram a música. Thiago Brava, além de cantar, convidou Manoel Gomes para dividir o palco num show no Tocantins.
 
Com refrão chiclete, a música caiu de vez no gosto do público, e especialistas em música apontam que o sucesso de “Caneta Azul” vai superar” a também grudenta “Ai se eu te pego”, de Michel Teló, que ultrapassou a marca de um bilhão de visualizações no YouTube.
 
De origem humildo, o compositor de “Caneta Azul”, Manoel Gomes disse que a letra surgiu quando perdeu sua caneta azul no caminho da escola. “Eu ia para o colégio e perdi a caneta azul. Lá no colégio eu perdia uma, perdia outra, aí ninguém me deu a caneta que tava meu registro nela. Eu não achei e, no outro dia, fiz a música".

Em meio a fama, na tarde dessa segunda-feira (28), acompanhado de um advogado, Manoel Gomes tratou de fazer o registro dos direitos autorais de “Caneta Azul”. E, tem se mostrado otimista em relação a sua carreira musical, agora conhecido em todo o País.
 
 
 
 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.