Quarta, 30 de Setembro de 2020 18:22
(99) 98133-6017
Cidades CRÍTICA

Hildo Rocha diz que intervenção do COFEN no COREN “é uma manobra que serve apenas alimentar a corrupção”

De acordo com Hildo Rocha, há mais de um ano já deveria ter sido feita eleição para gerir o COREN do Maranhão.

15/09/2020 11h10
53
Por: Angra Nascimento Fonte: Assessoria
Crítica foi feita pronunciamento na tribuna da Câmara.
Crítica foi feita pronunciamento na tribuna da Câmara.

Em pronunciamento na tribuna da Câmara, o deputado federal Hildo Rocha disse que o Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), costuma fazer intervenções nos Conselhos Regionais alegando vários pretextos. Entretanto, conforme afirmou o parlamentar, o verdadeiro motivo é apenas ampliar os tentáculos da corrupção.  

De acordo com Hildo Rocha, há mais de um ano já deveria ter sido feita eleição para gerir o COREN do Maranhão. “Além de ter sofrido inúmeras intervenções, o prazo de validade da intervenção atual do COREN do Maranhão está vencido há mais de um ano. Por último, o Presidente do COFEN, botou uma comissão interventora no COREN que permanece comandando o órgão de forma ilegal. Essa intervenção já está vencida há mais de 1 ano, não pode ser renovado, segundo a nossa legislação, mas o órgão continua sob intervenção mesmo ilegal, realizando atos, de ofício, sem que esses atos possam ser realizados. Então, é totalmente ilegal, é um ato irresponsável do Presidente do COFEN, que tem que fazer as eleições e respeitar os profissionais da enfermagem do Maranhão”, argumentou o parlamentar. 

Ação tira empregos dos maranhenses 

Na semana passada, durante debates acerca de projetos de combate à corrupção, no plenário da Câmara, Hildo Rocha defendeu o aprimoramento da legislação brasileira pertinente ao tema. De acordo com o parlamentar, o combate à corrupção não é alcançado porque há muitas brechas na lei.  

“Precisamos aprimorar a nossa legislação a fim de evitarmos que situações como essa que predomina no COFEN e no COREN do Maranhão se perpetuem. A corrupção nesses órgãos está tirando empregos dos maranhenses para dar para pessoas de fora do nosso Estado. Os recursos arrecadados com os pagamentos que os enfermeiros e os auxiliares de enfermagem fazem para que o órgão de fiscalização funcione é usado, por meio de uma cadeia de corrupção que beneficia indevidamente gestores dos órgãos que deveriam zelas pelos enfermeiros, técnicos de enfermagem e dos auxiliares de enfermagem do Maranhão”, sentenciou Hildo Rocha. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.