Sábado, 31 de Outubro de 2020 18:23
(99) 98133-6017
Cidades DEMANDAS

Conselho Municipal de Saúde de Imperatriz realiza 6ª Reunião Ordinária

Encontro acontece nesta quinta-feira, 8 de outubro, no auditório de eventos do restaurante Manu.

08/10/2020 19h40
64
Por: Ana Paula Fonte: Assessoria
Objetivo é a participação popular na gestão pública, para que haja um melhor atendimento à população.
Objetivo é a participação popular na gestão pública, para que haja um melhor atendimento à população.

Conselho Municipal de Saúde (CMS) realiza nesta quinta-feira, 8 de outubro, no auditório de eventos do restaurante Manu., a 6ª Reunião Ordinária. Objetivo é a participação popular na gestão pública, para melhorar os atendimentos oferecidos.

Na pauta, a entrega de nomeações e posse dos conselheiros, eleição da nova mesa diretora, comissões, indicação de dois usuários para acessar o Digisus, indicação de dois conselheiros para coordenação da Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador (CIST).

A secretária de Saúde, Mariana Jales, destaca que “as comissões têm finalidade exclusiva de assessorar a plenária do conselho, fornecendo subsídios de discussão para deliberar sobre formulação de estratégias e controle de políticas de saúde”.

Sobre a posse dos novos conselheiros municipais de saúde, a presidente do CMS, Ana Cláudia, espera que todos os envolvidos lutem por um objetivo comum. “Desejo que os novos empossados continuem na luta em busca de uma saúde de qualidade para a população de Imperatriz, pois o SUS é de todos nós!”.

É importante entender o papel desenvolvido pelo Conselho Municipal de Saúde, que é um órgão colegiado, de caráter deliberativo e permanente, formado por prestadores de serviço, representantes do governo, usuários e profissionais da saúde. A representação dos usuários acontece de maneira paritária em relação aos outros, os usuários têm direito à metade dos representantes.

Função do CMS

Elaborar e controlar a execução da política pública da saúde tendo como atribuições importantes controlar o dinheiro da saúde, monitorar a execução das ações na área da saúde, participar da formulação das metas para a área da saúde, reunir-se ao menos uma vez por mês, acompanhar as verbas que são encaminhadas pelo SUS e os repasses de programas federais.

Desta forma, além de acompanhar a assistência médica individual oferecida à população, o órgão atua na fiscalização, obtenção de informações, proposta de estratégias ou mesmo na tomada de decisões de relevância para a saúde pública municipal.

Os membros devem estar alinhados e articulados no sentido de enfrentar os problemas locais, priorizando o processo de planejamento participativo . Esta entidade demanda uma resposta imediata e concreta do SUS.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.