Domingo, 29 de Novembro de 2020 17:08
(99) 98133-6017
Cidades DOAÇÃO

Viena Siderúrgica doa compressor de ar para o Hospital Municipal de Açailândia

Equipamento dará mais qualidade e segurança no atendimento dos pacientes.

19/10/2020 08h19
Por: Angra Nascimento Fonte: Assessoria
Doação visa melhorar ainda mais as condições do hospital.
Doação visa melhorar ainda mais as condições do hospital.

Na última desta sexta-feira (16), a empresa Viena Siderúrgica, realizou a doação de um compressor de ar acoplado com secador de ar comprimido para o Hospital Municipal de Açailândia. 

Estiveram presentes, o gerente administrativo da Viena, Maurício Cunha; acompanhado de demais representantes, o secretário municipal de saúde, Linderval de Moura e a diretora do hospital, Keury Pinho. 

Para o gerente administrativo da Viena, a doação é um ato solidário e que visa melhorar ainda mais as condições do hospital. “A Viena se sente honrada em participar dessa parceria juntamente ao Sesp, colaborando com a doação desse equipamento que é o compressor de ar acoplado com o secador de ar comprimido e a gente tem certeza que é muito útil na área hospitalar”, disse Maurício Cunha. 

Linderval de Moura agradeceu a sensibilidade da empresa e destacou que a chegada do equipamento dará mais qualidade e segurança no atendimento dos pacientes.

“Essa doação mostra o reconhecimento que o setor empresarial vem tendo com o nosso município, apesar de todas as dificuldades que nós passamos nesse período de pandemia, nós vamos continuar com esse legado todo montado e graças a Deus tem parceiros que nos doam esses equipamentos e no caso da Viena que é uma empresa que está em Açailândia há muito tempo, se sensibilizaram e fizeram a doação desse equipamento que irá suprir toda a questão do ar comprimido nos leitos do Hospital Municipal. Atualmente nós temos 124 leitos clínicos, 10 leitos de UTI geral que serão abertos em breve e mais 10 leitos de UTI Covid que estão em pleno funcionamento. A doação veio em boa hora, pois nós estávamos comprando oxigênio em balas e agora a gente vai produzir o próprio ar comprimido aqui no hospital”, pontuou o secretário.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.