Terça, 02 de Março de 2021 10:44
(99) 98133-6017
Cidades COMEÇOU MAL

Servidores da Saúde em Estreito, ameaçam entrar em greve

Servidores do HME estão insatisfeitos com a coordenadora Lorraine Lima.

30/01/2021 18h12 Atualizada há 4 semanas
Por: Angra Nascimento
Lorraine Lima e Alexandre Perez acumulam milhões através de serviços públicos.
Lorraine Lima e Alexandre Perez acumulam milhões através de serviços públicos.

A gestão do prefeito de Estreito, Léo Cunha, começou mal! O mandatário, que vive se lamuriando de que pegou o município sucateado, nomeou como coordenadora do Hospital Municipal de Estreito, HME, a famosa Lorraine Lima, conhecida também, como coordenadora eutanásia. 

Ex-esposa do também conhecido médico cubano, Alexandre Perez, Lorraine Lima tem provocado uma verdadeira crise numa das pastas mais importantes de qualquer gestão, em apenas um mês. Na função de coordenadora hospitalar, a loira quer a todo custo, retirar direitos adquiridos, alguns conquistados com muita luta no decorrer de anos. 

Por exemplo, ela ameaça acabar com adicional noturno e o repouso de algumas classes de servidores. Aliás, o repouso é garantido por lei, mas a mulher acha que está acima de qualquer lei. Diante de tantos desmandos em tão pouco tempo, alguns servidores cogitam paralização das funções e greve.

Só para lembrar, Lorraine Lima e o ex-marido (se separaram recente), caíram de paraquedas em Porto Franco, cidade vizinha de Estreito, há um tempo atrás. De lá pra cá, o casal vem acumulando milhões em salários e serviços empresariais na cidade vizinha.

O famoso casal embolsou com serviços laboratoriais cerca de R$ 4,2 milhões de reais no mandato do ex-prefeito de Porto Franco, Dr Nelson,de quem é amigo pessoal. Agora, a dupla quer terminar de ficar rica na gestão de Léo Cunha, que parece que não consegue perceber o quão, rejeitada é Lorraine eutanásia, digo, Lorraine Lima.

3 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.