Sexta, 05 de Março de 2021 03:41
(99) 98133-6017
Cidades COVID-19

Prefeitura divulga decreto com medidas restritivas em Ribamar Fiquene

Estabelecimentos comerciais localizados na margem da BR-010 deverão manter o distanciamento social e ficam proibidas apresentações festivas públicas e de caráter privado.

23/02/2021 16h56
Por: Ana Paula Fonte: Assessoria
Prefeito Cociflan, secretário de Saúde, Emerson Júnior e de Gabinete, Luís Sabino.
Prefeito Cociflan, secretário de Saúde, Emerson Júnior e de Gabinete, Luís Sabino.

Ribamar Fiquene – O prefeito de Ribamar Fiquene, Cociflan do Amarante (PDT), deliberou nesta terça-feira (23), após reunião com as Secretarias Municipais de Saúde, de Gabinete, de Administração, da Economia, da Infraestrutura e o representante do destacamento da Políci Militar, decretar, pelo período de 15 dias, até dia 10 de março, o estado de emergência causado pelo crescente número de pessoas contaminadas pela Covid-19.

As novas restrições do Decreto 080/2021 acentua principalmente o distanciamento social, que tem se mostrado a forma mais eficaz, recomendada pelas autoridades da saúde pública, para combater o avanço da contaminação em massa do novo coronavirus na população de Ribamar Fiquene.

Pelo decreto municipal fica estabelecido que o atendimento no serviço público individual será feito por prévio agendamento solicitado pelo usuário. Suspende o inicio das aulas presenciais na rede municipal de ensino, proíbe o funcionamento das academias e em local aberto que cause aglomerações. Suspende as celebrações religiosas presenciais, que podem ser feitas on line, e proíbe a prática de esportes coletivos nos espaços públicos e particulares especialmente campos de futebol, society e quadras poliesportivas, a realização de eventos festivos de toda natureza, e proíbe o consumo de bebidas no ambiente dos bares e similares que deverão  fechar às 21 horas.

No decreto consta autorização para os órgãos competentes, com o objetivo de atender aos interesses públicos e evitar o risco coletivo e perigo, adotar todas as medidas administrativas e judiciais cabíveis.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.