Domingo, 11 de Abril de 2021 03:08
(99) 98133-6017
Policial COVID-19

“Vou cuidar do nosso filho para que ele seja um grande homem”, diz pai após perder esposa para a Covid-19

Bebê nasceu prematuro, com dois quilos, e segue internado na UTI

01/03/2021 12h01 Atualizada há 1 mês
Por: Angra Nascimento
“Vou cuidar do nosso filho para que ele seja um grande homem”, diz pai após perder esposa para a Covid-19

IMPERATRIZ – “Vou cuidar do nosso filho para que ele seja um grande homem e contar todos os dias sobre a mãe linda, bondosa e guerreira que ele teve”. Essa frase foi dita pelo companheiro da paciente Luana Cristina Gurgel Camacho, 24 anos, que morreu vítima de Covid-19, após o parto que teve que ser antecipado devido as complicações da doença. Bebê nasceu prematuro, com dois quilos, e segue internado na UTI. 

Teste de recém-nascido que mãe morreu de Covid-19 dá negativo

Numa postagem emocionante em seu perfil no Instagram, Cairo Yuri relatou a dor da perda da esposa para a doença e os últimos momentos da mulher, que lutou até último momento pela vida. 

Aos oito meses de gravidez, Luana Cristina foi infectada pelo coronavírus. Devido ao seu quadro grave, o parto foi antecipado para a última sexta-feira 26. Luana continuou ao tratamento, mas não resistiu e morreu após uma parada cardíaca na noite de sábado, 27. 

O caso teve ampla repercussão, após Cairo Yuri, fazer um apelo nas redes sociais pedindo sua transgênica para São Luís. Teve seu pedido atendido, mas a mulher não teve estabilidade clínica para ser transferida.

 Veja a postagem na íntegra de Cairo Yury!

Tá doendo muito. E eu sei que não vai parar. Um pedaço de mim foi embora. O nosso amor foi tão intenso, puro, tão verdadeiro. Um dos nossos sonhos era fazer uma festa bem bonita de casamento, ter a nossa própria casinha, criar o nosso filho com as várias idealizações que planejamos, já tínhamos até dividido algumas atividade nos cuidados com ele, como sempre dividimos tudo. Os nossos sonhos foram interrompidos por essa fatalidade. Poxa, a Luana era tão jovem, tão linda e cheia de vida. Pra vocês terem ideia da pessoa maravilhosa que ela era: no dia que ela ainda tava isolada com outras grávidas e uma médica chegou pra falar com cada uma delas, eu fiquei nervoso quando essa doutora disse que ela teria que ser transferida pra UTI, já a Luana ficou preocupada foi com a paciente ao lado que já tava sendo levada pra fazer cirurgia porque o bebê não tava bem. "Meu Deus, eu tô preocupada é com a menina ali". A minha vida agora tá um vazio, eu preciso do jeito dela cuidando de tudo tudo tudo, eu preciso do cheiro dela, eu preciso do toque dela, preciso ver ela sorrindo, eu preciso do meu amor. Eu sei que ela lutou pela vida até o fim, todo mundo lutou bastante por ela aqui fora também, mas não dá pra aceitar!!! Não vou conseguir me conformar com essa perda. Eu não perdi a esperança um dia sequer nesses dias todos que ela tava mal, pra mim a Luana iria viver muito mais, eu e ela ficaríamos velhinhos juntos. Ela deixou uma parte dela aqui com a gente, além das lembranças, dos detalhes, ficou o nosso filho Bento. Na hora da despedida eu prometi que vou cuidar do nosso filho para que ele seja um grande homem e contar todos os dias sobre a mãe linda, bondosa e guerreira que ele teve. Essa é a única certeza que eu tenho agora, porque de resto não consigo mais pensar em nada.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.