Terça, 03 de Agosto de 2021 04:30
(99) 98133-6017
Política QUE CRISE QUE NADA

Prefeito Deoclides pretende gastar seis milhões de reais em Limpeza Pública

Enquanto isso, a saúde pública do município está em colapso, e o número de mortes por Covid-19 não para de subir.

18/03/2021 14h29
Por: Angra Nascimento
Deoclides Macedo gasta fortuna com limpesa pública.
Deoclides Macedo gasta fortuna com limpesa pública.

PORTO FRANCO – O discurso do prefeito de Porto Franco, Deoclides Macedo, se resume a contenção de gastos. Mas na prática, não é isso que acontece. De acordo com uma publicação do vereador Edidácio Oliveira, o prefeitão, tão idolatrado, gasta por mês uma bolada de R$ 500 mil reais por mês em limpeza pública. 

Em 180 dias, vai gastar nada mais do que três milhões de reais, o que seria anualmente cerca de 6 milhões de reais. A contenção de gastos só existe no discurso do prefeito, porque na prática o tão falado corte de gastos não existe. 

Enquanto Deoclides Macedo gasta uma bolada com serviços de limpeza, faltam médicos e medicamentos no Hospital Municipal. Pessoas morrendo de Covid-19. Demissão de servidores contratados em massa, e uma crise econômica assola o município. 

Como se fosse pouco, a empresa Servicol Serviços de Limpeza e Transporte Ltda de CNPJ nº 34.777.223/0001-81), criada no segundo semestre de 2019, já responde processo por fraude de licitação no município de Mirador. 

E mais, fazendo comparativo doutros processos licitatórios, em municípios próximos, como Buritirana, a mesma empresa, Servicol, ofertou uma proposta de 1,2 milhões em 10 meses de serviços o que mostra inconsistência no valor atual contratado para o município de porto Franco que paga 3 milhões em apenas 6 meses.

A pergunta que fica é: Como uma licitação pode haver tanta discrepância? 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.