Domingo, 11 de Abril de 2021 04:43
(99) 98133-6017
Cidades EXPLICAÇÃO

Hildo Rocha quer explicações sobre vazamento de dados de milhões de brasileiros

Pedido foi aprovado na Comissão de Fiscalização da Câmara dos Deputados.

31/03/2021 14h06 Atualizada há 2 semanas
Por: Angra Nascimento Fonte: Assessoria
Hildo Rocha destacou que esse foi o maior vazamento de dados da história do Brasil.
Hildo Rocha destacou que esse foi o maior vazamento de dados da história do Brasil.

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle aprovou requerimento do deputado Hildo Rocha no qual o parlamentar solicita ao diretor-presidente da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) informações a respeito de vazamentos de dados que coloca em risco mais de 200 milhões de brasileiros. 

Maior vazamento de dados da história 

Hildo Rocha destacou que esse foi o maior vazamento de dados da história do Brasil. “Mais de 200 milhões de pessoas podem ser prejudicadas. No requerimento, solicitei a relação dos dados vazados; a origem do vazamento; a confirmação se houve comercialização ilegal de dados, na Deep Web, e quais as providencias que estão sendo tomadas para impedir prejuízos e a repetição de fraudes como essa”, explicou Hildo Rocha. 

Carência de informações oficiais 

O parlamentar enfatizou que até o momento o que se sabe acerca dessa questão são informações publicadas por meio de jornais, rádios e emissoras de TV. “Nós queremos informações oficiais, fidedignas, para que possamos verificar se é necessário tomarmos outras providências no âmbito da Comissão de Fiscalização”, argumentou. 

O que é a Autoridade Nacional de Proteção de Dados Pessoais (ANPD) 

A ANPD é o órgão da administração pública federal responsável por zelar pela proteção de dados pessoais e por implementar e fiscalizar o cumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no Brasil. A missão institucional da ANPD é assegurar a mais ampla e correta observância da LGPD no Brasil e garantir a privacidade dos dados pessoas. 

A Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD (Lei n. 13.709, de 2018) dispõe sobre o tratamento de dados pessoais das pessoas naturais, definindo as hipóteses em que tais dados podem legitimamente ser utilizados por terceiros e estabelecendo mecanismos para proteger os titulares dos dados contra usos inadequados. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.